Turismo gastronômico em Curitiba

No site do UOL Viagem foi publicado um post sobre gastronomia em Curitiba, que achei muito interessante e você pode vê-lo no endereço: http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/curitiba_gastronomia.jhtm

Reproduzo o artigo na íntegra, caso você não consiga visualizá-lo:

“Gastronomia

Barreado – Prato típico de carne desfiada, longamente cozida, que se dissolve na boca e se faz acompanhar de mandioca e banana. A origem tem uma versão maliciosa: conta-se que mulheres dos tropeiros estavam cozinhando, decidiram sair para a festa, exageraram na vodca e esqueceram a carne no fogão a lenha… que no final das contas resistiu ao cozimento e foi aprovada pelos homens do grupo. Já existem pacotes congelados da iguaria nos mercados.

Restaurante Madalosso – Vale pela experiência sociológica de conhecer o que é apresentado como o maior restaurante do país, com capacidade para cerca de 4.500 pessoas (tamanho da população de municípios pequenos), em dez ambientes. Ponto turístico no bairro italiano de Santa Felicidade, serve em forma de rozídio massas, risotos, polentas, carnes e saladas. Av. Manoel Ribas, 5.875, tel: (41) 3372-2121. www.madalosso.com.br/

Vodca – Os cardápios de bebidas de bares e restaurantes russos, poloneses e ucranianos enchem os olhos dos visitantes com listas de dezenas de marcas de vodca, nacionais, do Leste Europeu e também da Finlândia ou Grã-Bretanha. Dá para escolher as doses pelo teor alcoólico, pelo preço, pela ordem alfabética, pela dificuldade da pronúncia…

A revista “Veja Curitiba – O Melhor da Cidade” destaca os cardápios de cerca de 280 restaurantes, mais duas centenas de bares e também padarias, cafeterias, pastelarias etc. Emveja.abril.uol.com.br/melhor_da_cidade/curitiba/index.shtml

Meus comentários:

O barreado é o prato típico do Paraná e para quem gosta de uma carne cozida, é um prato cheio, de dar água na boca, principalmente se acompanhado de uma boa pimenta. Durante uma viagem de férias com minha esposa, tive a oportunidade de experimentá-lo na cidade de Morretes, no restaurante Madalosso, não tem nada a ver com o restaurante de mesmo nome de Curitiba. Ao pedi-lo, peça também ao garçom que lhe ensine como melhor prepará-lo e comê-lo. Garanto a você, será uma apresentação surpreendente.

Do Restaurante Madalosso em Santa Felicidade não tem o que falar, é enorme e tem pratos pra lá de saborosos. Vale a pena a visita. Tem um ambiente agradável e com tudo isso de lugares, dificilmente você terá de esperar na fila, a menos que vá ao antigo Madalosso, a primeira unidade do restaurante, que é bem menor. Não deixe de provar a coxa e sobrecoxa de frango desossada. É uma delícia. E vá com fome para apreciar o máximo que puder.

Uma resposta Turismo gastronômico em Curitiba

  1. Pingback: Lilian

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


*